A MUDANÇA COMEÇA PELO NOSSO PRATO

Na Mãe Terra, acreditamos que a mudança começa pelo nosso prato. Ao escolher orgânicos, alimentamos o desenvolvimento de pequenos agricultores familiares, preservamos a qualidade do solo e da água e também a biodiversidade brasileira. São alimentos que cuidam do nosso corpo e também da nossa mãe Terra.

O QUE É UM PRODUTO ORGÂNICO?

Um produto orgânico é “aquele obtido dentro de um sistema orgânico de produção agropecuária – ou extrativista sustentável – que beneficie o ecossistema local, proteja os recursos naturais, respeite as características socioeconômicas e culturais da comunidade local, preserve os direitos dos trabalhadores envolvidos e não utilize organismos geneticamente modificados nem químicos sintéticos” (essa é a definição de acordo com a Lei n° 10.831, de dezembro de 2003, que regula a agricultura orgânica no Brasil).

Ok, mas o que isso significa? A agricultura orgânica não utiliza agrotóxicos, pesticidas e fertilizantes sintéticos. Ou seja, são produtos livres de venenos ou adubos químicos.

De forma simples, um alimento orgânico:

  •  respeita o ciclo natural das plantas e do solo e prioriza a diversificação de culturas, o que resulta em alimentos, mãe-terráqueos e planeta mais saudáveis.
  • conserva a qualidade do nosso solo e água, além de cuidar dos nossos produtores.
  • conservam a biodiversidade vegetal, de insetos e de animais silvestres, que ajudam na polinização e no equilíbrio da nossa mãe Terra

 

JPEG - Organicos

EXISTE UMA LEI QUE REGULA OS ORGÂNICOS?

Sim, claro... A produção orgânica é regulamentada por lei! Os orgânicos são fiscalizados e obrigados a cumprir as normas ambientais como a manutenção da mata e reservas legais, protegendo nossas florestas.

Assim, produto orgânico é aquele produzido em conformidade com a lei dos orgânicos. O Ministério da Agricultura emite um selo, atestando que ele foi produzido dentro dos conformes.

Ou seja, um produto só pode ser considerado orgânico com o selo ou certificado (vamos falar disso mais pra frente).

COMO SABER SE UM PRODUTO É REALMENTE ORGÂNICO?

- Frutas e hortaliças vendidas direto ao consumidor em feiras ou utilizadas em restaurantes: o produtor deve apresentar um Certificado de Cadastro, que comprova seu vínculo com o Ministério da Agricultura. Esse documento pode ser solicitado pelos consumidores ou pela fiscalização a qualquer momento. Produtos a granel e em restaurantes também devem sinalizar quais ingredientes são orgânicos e declarar quais são seus fornecedores.

- Produtos vendidos já embalados no comércio: devem ter o selo federal do SisOrg (Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica). O selo garante que esse produto foi fiscalizado e que cumpre com todas as exigências estabelecidas na lei.

SELO ORGÂNICO

Como dissemos acima, um produto é considerado orgânico com o Selo SISORG – Sistema Brasileiro de Avaliação de Conformidade Orgânica.

Aqui no Brasil, os produtores precisam seguir normas e procedimentos de produção para poder comercializar seu produto orgânico, que são definidos pelo sistema oficial de certificação.

Ele é operado por certificadoras privadas, validadas e acompanhadas pelo MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que criou um selo nacional de certificação.

De acordo com a lei, todo produto orgânico no Brasil – exceto aqueles que os pequenos produtores vendem diretamente aos consumidores – precisam ter esse selo estampado na embalagem.

 

produtos organicos do brasil

ORGÂNICOS CUIDAM DAS PESSOAS...

- Embora muitos estudos apresentam resultados variados, existe uma tendência geral a favor dos alimentos orgânicos quando o assunto é maior valor nutricional.

- Existem evidências, ainda não conclusivas, de que o consumo de alimentos orgânicos possa contribuir com a redução do risco para síndrome metabólica (conjunto de fatores de risco para doenças cardiovasculares, diabetes, câncer, obesidade) e alergias alimentares

+ Sais minerais: por serem cultivados em terrenos mais ricos em matéria orgânica, absorvem mais água e sais minerais do solo

+ Vitamina C: nutriente essencial para a nossa imunidade, pele, defesa antioxidante, absorção de nutrientes e muito mais.

+ Antioxidantes: é a defesa da planta contra insetos e outros agentes agressores e, no nosso corpo, contribuem combatendo radicais livres.

- Corpo livre de veneno: não há riscos dos danos relacionados ao consumo crônico de agrotóxicos

... E DO NOSSO PLANETA

- A agricultura orgânica conserva a qualidade do nosso solo e água, além de cuidar dos nossos produtores

- Orgânicos conservam a biodiversidade vegetal, de insetos e de animais silvestres, que ajudam na polinização e no equilíbrio da nossa mãe Terra.

- Os orgânicos são fiscalizados e obrigados a cumprir as normas ambientais como a manutenção da mata e reservas legais, protegendo nossas florestas

E OS AGROTÓXICOS?

Vem, vamos conversar sobre os agrotóxicos! Você sabia que:

- O Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo?

- De 504 agrotóxicos permitidos aqui, 30% destes são proibidos na União Europeia?

- A água potável brasileira pode ter até 500 microgramas por litro de glifosato - um dos agrotóxicos mais utilizados no País?

- A utilização de agrotóxicos é prejudicial à saúde humana e também é responsável pela contaminação do meio ambiente?

ORGÂNICOS, CADA VEZ MAIS

A gente se orgulha de ser um dos maiores compradores de insumos orgânicos do Brasil, porque sabemos que nossa força de mercado ajuda a desenvolver essa cadeia. E porque acreditamos que dá pra fazer diferente.

Você já parou pra pensar há quanto tempo existem os orgânicos? Desde sempre! O cultivo orgânico dos alimentos é a forma mais natural e sustentável de plantar alimentos e era o jeito que nossos avós faziam. Além de não envolver o uso de agrotóxicos e outros venenos em nossa comida, o cultivo orgânico também garante que a saúde dos trabalhadores do campo seja respeitada, assim como o meio ambiente.

Nós sempre priorizamos fornecedores de insumos orgânicos para elaborar os nossos produtos, porém por falta de investimento nesse tipo de agricultura, ainda não é tão simples conseguir todos os tipos de alimentos orgânicos com um preço acessível para a comercialização, mas cada vez mais nos esforçamos para oferecer mais opções de produtos orgânicos!

Vamos juntes?