Esse termo deixa muitas pessoas com um pé atrás na hora de escolher um produto, não é verdade? Antes de tudo, é importante esclarecer que os aditivos alimentares não têm o propósito de nutrir. Eles são ingredientes com funções tecnológicas de auxiliar na conservação ou conferir sabor, cor e textura desejáveis ao produto. Os aditivos mais comumente utilizados são os corantes, antioxidantes, estabilizantes, espessantes, umectantes, dentre outros.

Na lista de ingredientes, eles são citados ao final, sempre com sua função indicada antes do seu nome. Por exemplo, em nossos produtos, você vai encontrar as expressões “antioxidante ácido cítrico”, ou seja, esse aditivo tem função de antioxidante e seu nome é ácido cítrico, ou “emulsificante lecitina de soja”, ou seja, sua função é manter a emulsão das partes do produto e seu nome é lecitina de soja.

Nós, mãe-terráqueos, usamos aditivos apenas quando necessário e APENAS OS NATURAIS, aqueles obtidos da natureza e por processos que não envolvam substâncias sintéticas (artificiais). Para produtos com alto teor de cereais integrais como é o nosso caso, é inviável não adicionar antioxidantes, pois aquele “sabor amargo” surgiria com muita facilidade.

Conheça na tabela abaixo os aditivos que utilizamos em nossos produtos, sua origem e função:

 

AROMA NATURAL
Obtido de especiarias, frutos, vegetais, ervas, cascas, raízes, folhas etc. Pode ser proveniente de uma única fonte ou de uma combinação delas. Também é utilizado para conferir sabor ao alimento, pois o aroma influencia diretamente nossa percepção de sabor.
ADOÇANTE NATURAL
Obtido de fontes da natureza, possuem maior poder de adoçar que o açúcar comum e, por isso, permitem a redução ou exclusão deste ingrediente do produto. Nós usamos apenas em produtos diet, como os Mini Cookies Diet 4 Castanhas e são eles: maltitiol, eritritol e glicosídeo de esteviol.
CORANTE NATURAL
Extraído da natureza ou do resultado de processos naturais com o objetivo de devolver, intensificar ou conferir cor aos produtos. Alguns exemplos de corantes naturais: urucum (extraído do fruto da Bixa orellana), cúrcuma em pó (extraído da raiz Cúrcuma longa) e o caramelo natural que é obtido do processamento térmico do açúcar da cana (processo similar à obtenção da calda de caramelo caseira), sem adição de nenhum componente químico. Ao contrário do caramelo IV que é artificial, não existe nenhuma associação entre o uso do corante caramelo natural e prejuízos à saúde.
LECITINA DE SOJA
Composto natural extraído do óleo de soja (não transgênico) com alta capacidade de unir componentes que não se misturam, como óleo e água. Ou seja, a lecitina de soja age como um emulsificante, além de também ajudar na estabilidade e conservação do produto por evitar a perda de água.
TOCOFEROL
Antioxidante natural, também chamado de vitamina E, com função de combater a oxidação do produto e o processo de rancificação (gosto amargo).
ÁCIDO CÍTRICO
Obtido da fermentação do açúcar por um micro-organismo, também está presente na laranja e no limão. Pode ter diferentes funções, sendo as mais comuns: antioxidante (evitar o surgimento do gosto amargo) e acidulante (conferir sabor ácido e refrescante).
GOMA GUAR
Fibra solúvel (extraída de uma semente) que idade como espessante, ou seja, confere viscosidade ao produto. Em pães e bolos sem farinha de trigo, contribui para melhoria da textura.
EXTRATO DE LEVEDURA
Obtido da quebra de leveduras, concentração de aminoácidos que ajuda a realçar o sabor natural do alimento, sendo uma alternativa natural ao glutamato monossódico. Usamos no Salgadinho Zooreta e Farofas.