Há mais de quarenta anos atrás o cantor Gonzaguinha lançava uma música reverenciando o feijão. Tudo bem, sabemos que é antiga, mas você já deve ter ouvido parte do refrão que dizia: “dez entre dez brasileiros preferem feijão”. E realmente, esse grãozinho é figura carimbada no prato dos brasileiros. Em cada região do país há uma preferência, seja pelo vermelho, carioca, fradinho ou preto, ele sempre está presente e garante a nutrição no prato.

No entanto, temos observado uma redução no consumo de feijão nos últimos vinte anos (cerca de 50% de acordo com a última Pesquisa de Orçamentos Familiares conduzida pelo IBGE em 2017-2018), o que causa muita preocupação, afinal, o feijão é rico em nutrientes essenciais para a nossa saúde. Dá só uma olhada em tudo de bom que ele tem:

  • Proteínas;
  • Ferro;
  • Fósforo;
  • Cálcio;
  • Fibras;
  • Vitaminas do complexo B.

O seu plantio ainda promove a agricultura sustentável e a preservação da biodiversidade. É muita coisa boa né?! E como se não bastasse tudo isso, ele ainda tem muuuito sabor, e nós mãe-terráqueos, que também somos apaixonades por feijão, trouxemos 5 estratégias para você fazer o melhor feijão do mundo de maneira prática e rápida:

1 – Preparo básico vapt-vupt

- Deixe o Feijão Carioca Orgânico Mãe Terra de remolho por, no mínimo, 12 horas. Dessa forma, são eliminados os fatores antinutricionais (substâncias que causam desconforto abdominal, gases e dificultam a absorção de alguns minerais). Descarte a água e enxágue;

- Na panela de pressão, refogue o alho e a cebola. Adicione o feijão e refogue por 1 min;

- Acrescente a água, o sal, folhinhas de louro e tampe. Deixe cozinhar por, aproximadamente, 10 minutos após pegar pressão (o tempo pode variar de acordo com o fogão).

Lembre-se: para cada 1 xícara de chá de feijão, utilize 3 xícaras de chá de água

2 – Pulo do gato

O truque aqui é deixar feijão cozido para a semana toda. Mas, para ter um feijão diferente a cada dia, cozinhe apenas com louro, para deixar o sabor neutro. E na hora de descongelar, você adiciona um refogado caprichado, com diferentes legumes e especiarias para variar o sabor durante a semana.

3 – Caldo bem grossinho

Após o cozimento do feijão, em uma panela a parte, refogue alho e cebola no azeite e adicione 2 conchas de feijão. Amasse os grãos e deixe cozinhar por 5 minutos até reduzir um pouco o caldo. Junte ao restante do feijão cozido, deixe no fogo por mais alguns minutos e pronto! Você terá um feijão temperado e com um caldo bem grossinho.

4 – Mais sabor e nutrição, por favor!

Um pouco antes do término do cozimento do feijão, acrescente cubos de abóbora, couve manteiga, quiabo, maxixe, salsão ou cenoura e deixe finalizar o cozimento até que fiquem macios. Pronto! Um feijão nutritivo e muuuito saboroso.

5 – Como guardar

Após o cozimento, coloque em recipientes de vidro (deixe o espaço de dois dedos entre o feijão e a tampa) e armazene em geladeira por até 3 dias ou no freezer por até 90 dias. Para descongelar, deixe na geladeira 24h antes do consumo.

Agora ficou fácil preparar aquele feijãozinho especial, não é verdade?! Ahh e além de fazer o clássico feijão cozido, você pode utilizá-lo para diferentes preparações, como: salada, sopas, hambúrguer, farofas e bolinhos. Dá uma olhada nessas receitas mãeterráqueas que separamos para você variar o preparo do feijão.