Guia de Vida Natural
Nutrição de Verdade

Gastrite: Como Tratar e Prevenir?

 

Ela chega bem devagar... no começo é só uma sensação "leve" de que o estômago está ardendo um pouco (é a tal da "azia"), mas quando menos se espera, a "azia" leve já virou um problemão. A gastrite pode aparecer por vários motivos, principalmente quando a alimentação não anda lá essas coisas (e se junto com isso vier o estresse, aí é que piora tudo mesmo).

E olha que esse assunto é tao sério que, se a gastrite não for tratada, pode virar úlcera e, em casos extremos, levar até à morte. Mas calma, não estamos querendo te assustar, mas sim te mostrar como é importante cuidar da saúde do estômago. Então dê uma olhada nessas dicas pra te ajudar a manter a gastrite bem longe.

 

Antes de mais nada, é importante saber que a gastrite é uma inflamação, e que pode aparecer de 2 formas:

Gastrite aguda: geralmente é causada pelo estresse, pois nesta situação o corpo aumenta a produção de adrenalina e, consequentemente, de ácido clorídrico, que em excesso agrede a parede do estômago.

Gastrite crônica: pode ser provocada pelo consumo frequente de álcool, pelo uso prolongado de medicamentos antiinflamátorios (tipo ácido acetilsalicílico, por exemplo), ou mesmo pela presença da bactéria Helicobacter pylori, que costuma se instalar em ambientes ácidos como o estômago (principalmente quando a alimentação não anda muito bem). Esta bactéria é transmitida através da saliva, de alimentos crus, e pode causar até mesmo úlcera.

 

Agora fique de olho nas dicas para ajudar a tratar e a prevenir a gastrite:


NO MOMENTO DA DOR ("AZIA"), tenha sempre uma fatia de pão integral. Ele ajuda a absorver o excesso de ácido clorídrico do estômago;

BANANA, DAMASCO, FIGO E NOZES SÃO MUITO BEM-VINDOS (desde que você mastigue bem e devagar). Eles são ricos em potássio, que contribui para a renovação das células da mucosa do estômago e do intestino;

DEIXE AS GORDURAS "RUINS" LONGE DO PRATO. Excesso de gorduras aumenta a produção de ácido clorídrico no estômago (já que "dá mais trabalho" para a digestão acontecer). Evite frituras, leites e derivados integrais, carnes gordas, maionese, doces gordurosos, etc;

MELHOR EVITAR TAMBÉM: bebidas alcoólicas, refrigerantes, molhos para tempero artificiais,  produtos embutidos (como presunto, salame, peito de peru etc) e alimentos enlatados/em conserva. Se a gastrite já se instalou no seu estômago, o cuidado precisa ser um pouco maior; evite também: vinagre, limão, pimentão, café, chá mate e chá verde;

NÃO FIQUE EM JEJUM por mais de 3 horas seguidas;

INTEGRAIS NO LUGAR DOS REFINADOS: A MELHOR ESCOLHA.  Produtos refinados como pão branco, biscoitos recheados ou não (como os de água e sal, de maizena etc), macarrão feito com farinha branca e outros fermentam no estômago, aumentando a dor e a distensão na região da barriga;

CIGARRO, BEBIDAS ALCOÓLICAS E MUITO ESTRESSE são um prato cheio para a gastrite se instalar. Fique longe deles;

SE FARTE COM OS BENEFÍCIOS DO CHÁ DE CAMOMILA, DE ESPINHEIRA SANTA E DE GENGIBRE;

COUVE: FOLHINHA PRECIOSA. A couve é rica em inositol que age como antiinflamatório. Por isso ela vai muito bem, não só em saladas, mas em sucos no café da manhã;

NÃO CAIA NO CONTO DO COPO DE LEITE PARA AMENIZAR A DOR DE ESTÔMAGO, pois ele pode até dar uma falsa impressão de alívio no início, mas por ter proteínas difíceis de serem digeridas, o leite aumenta a produção de ácido clorídrico e piora o problema a longo prazo.


rodapeIMG